FAÇA SUA RESERVA AQUI
gravida-na-praia-5-cuidados-que-se-deve-ter

Grávida na praia: 5 cuidados que se deve ter

O seu sonho de engravidar é agora uma realidade, parabéns! Mas junto com o seu bebezinho (ou até mesmo antes dele), chega uma série de inseguranças e dúvidas. Uma das mais comuns se refere à presença grávida na praia: o que você pode ou não fazer? Há perigos para o bebê? O que comer?

Não se preocupe! Vamos listar agora cinco cuidados essenciais para que você possa descansar, aproveitar a praia sem medo, e até mesmo transmitir para o seu bebê toda a tranquilidade que o mar traz. Confira!

1. Evite horários de muito calor

Como você já deve saber, o seu corpo agora produz sangue a mais, para a placenta e o bebê. Isso faz com que a sua circulação sanguínea seja facilmente alterada, causando quedas de pressão repentinas.

Quem já sofre desse mal sabe que o calor excessivo agrava o problema, por isso, evite ficar na praia, em quiosques e outros lugares abafados nos horários de mais calor. Além disso, se você está nos estágios finais da gravidez, pode estar com os pés inchados, o que é bastante comum, mas é um sintoma desagradável e que piora nas temperaturas mais altas.

2. Tenha cuidado dobrado com a alimentação

Gestantes devem tomar muito cuidado com o que comem e, na praia, essa atenção deve ser redobrada. Afinal, existem alguns peixes não recomendados para essa fase da vida, como atum, cação e outros.

Os frutos do mar frescos e crus também são perigosos para a saúde do bebê, uma vez que podem conter parasitas. Então, é bom não ceder às tentações e deixar aqueles pratos típicos para outra ocasião, quando o seu filho já estiver em seus braços. Outros alimentos que exigem a sua atenção são saladas (que devem ser extremamente bem lavadas), carnes mal passadas e miúdos de frango.

3. Entre na água sempre acompanhada

Por causa do peso da barriga e do novo corpo, o equilíbrio de uma mulher grávida pode ser prejudicado. Dessa forma, não é recomendado que ela entre sozinha no mar. Enfrentar as ondas, pisar em falso ou até se desequilibrar sem nenhum motivo são coisas que podem acontecer a qualquer momento.

4. Proteja-se do aedes aegypti

Infelizmente, essa é a nova realidade do Brasil. O mosquito aedes aegypti transmite algumas doenças como a dengue, a febre amarela, o chikungunya e a zika, que é extremamente perigosa para as grávidas.

A relação entre a doença e centenas de casos de bebês nascidos com microcefalia tem sido estudada por pesquisadores do mundo inteiro e, de forma alguma, queremos que o seu bebê corra perigo. Antes de viajar, informe-se se a praia para onde está indo registra casos da doença ou tem muita incidência do mosquito na época da sua viagem.

5. Use filtro solar

A pele das grávidas é mais propensa a problemas como melasmas e estrias, que pioram ainda mais com a exposição ao sol. Procure um filtro solar com alto fator de proteção que não tenha contraindicações para gestantes e capriche na proteção várias vezes ao dia, ainda que o céu esteja nublado. Você pode não ver, mas o sol está lá em cima, emitindo os seus raios!

Como você pode ver, são simples os cuidados para a grávida na praia e é possível, sim, aproveitar esse momento tão especial da vida junto à família e o novo membro que vai chegar em breve. Em caso de dúvidas, consulte sempre o médico obstetra. E para curtir ainda mais a viagem, veja aqui 7 opções incríveis para se divertir com a família na praia.

< Voltar

Gostou da matéria? Se inscreva e receba nossas novidades