127202-ilha-montao-do-trigo-saiba-porque-esse-deve-ser-seu-proximo-destino

Ilha Montão do Trigo: saiba porque esse deve ser seu próximo destino

Ilha Montão do Trigo: saiba porque esse deve ser seu próximo destino

Curtir um fim de semana na praia com a família é uma ótima pedida para sair um pouco da rotina e relaxar. E, para isso, você nem precisa fazer viagens longas.

No litoral de São Paulo, existem diversas opções de locais bacanas para descansar e aproveitar momentos de lazer com os filhos. A Ilha Montão do Trigo, por exemplo, é um lugar incrível e fica próxima às praias de Juquehy e Barra do Una, no município de São Sebastião, a apenas 3 horas de carro da capital.

É o passeio ideal para quem busca uma viagem curta e ainda quer desfrutar de tempo com a família, com preços acessíveis e sem preocupações. Além disso, oferece a possibilidade de explorar a fauna e a flora local.

Quer saber por que esse deve ser seu próximo destino? Então, continue a leitura!

Conheça a história da Ilha Montão do Trigo

Situada entre a enseada de Bertioga e o município de São Sebastião, a Ilha Montão do Trigo fica a cerca de 14 quilômetros do litoral continental paulista. É um ponto de observação da natureza e das paisagens locais. Seu nome deve-se ao seu formato que, ao ser visto de longe, lembra um monte de trigo. Do cume (cuja altitude é de aproximadamente 300 metros), é possível ver as ilhas ao redor e o canal de São Sebastião.

Nativos caiçaras

Nos últimos três séculos, o local foi habitado por famílias de habitantes nativos, os caiçaras, também conhecidos como “monteiros”. Para poder morar no Montão de Trigo é preciso ter nascido no lugar ou ser casado com algum nativo.

Eram cerca de 52 habitantes em janeiro de 2012, número que se manteve nos dois anos seguintes. Estima-se que hoje vivam ali cerca de 80 moradores. No início de 2012, os nativos ganharam permissão para ocupar e explorar a ilha. Na prática, a área ainda pertence à União, mas não está mais sujeita a projetos imobiliários, grilagens ou posseiros.

A permissão é parte de um programa do governo que concede permissões chamadas de TAUS — Termo de Autorização de Uso Sustentável. Com elas, os nativos podem reivindicar melhorias, como água encanada e saneamento básico.

Atualmente, há pouca estrutura e não há eletricidade. Os moradores vivem da pesca artesanal (o uso de redes de arrasto não é permitido) e de pequenos artesanatos expostos aos turistas.

Saiba o que fazer na ilha

Mergulho

Com profundidade para todos os níveis de mergulhadores, a Ilha Montão do Trigo tem ótimas condições para mergulho e, por isso, é um local bastante procurado. A melhor época para essa prática é o verão, quando a temperatura da água se torna mais quente e a visibilidade melhora. Algumas empresas de turismo oferecem essa atividade.

Pesca

A prática da pesca predatória, com redes de arrasto, não é permitida, mas você pode pescar artesanalmente, como fazem os moradores. O mais comum é que os turistas pesquem e devolvam os peixes ao mar, já que os nativos caiçaras dependem da pesca para sua própria subsistência.

Windsurfe

O windsurfe é outra atividade realizada na ilha. Comum em áreas aquáticas onde não há grandes ondas, o esporte é praticado com uma prancha semelhante à de surfe, com uma vela acoplada a ela. O atleta precisa planar sobre a água e, para isso, utiliza a força do vento. Nesse caso, você também precisará entrar em contato com alguma agência de passeios para agendar.

Apreciar a natureza

A ilha é composta por formações rochosas com mais de 150 milhões de anos. Ou seja: é um ótimo local para apreciar a natureza, com grutas e tocas para exploração. Dentro desses lugares, é possível encontrar, com frequência, peixes como pargos, badejos e garoupas, além de lagostas e outros animais marinhos. No entorno da ilha, é possível avistar golfinhos e pinguins.

Saiba como chegar na Ilha Montão do Trigo

Para visitar Montão do Trigo, é preciso viajar até uma das praias próximas, Juquehy ou Barra do Una. Existem passeios de barco que levam até lá, com saídas de uma dessas localidades. Como não há praia, o desembarque é feito por meio de uma ponte sobre as pedras. A ilha é visitada por barcos e os turistas aproveitam para tomar um banho de mar mais isolado. Por causa da sua distância da costa, o local tem vista para quase todas as praias da região.

Conheça a infraestrutura das praias próximas

Como não há pousadas ou hotéis na ilha, você precisará ficar hospedado nas praias próximas. Juquehy é a principal delas, com infraestrutura completa para oferecer conforto e lazer para sua família. A Pousada Montão do Trigo, por exemplo, fica a 150 metros da praia, em frente à ilha, e conta com estrutura como piscina aquecida, restaurante e serviço de praia completo.

O clima leve de casa de amigos, com o máximo de conforto, acolhe a todos: os casais se sentem bem recepcionados e as famílias com crianças também encontram o suporte necessário para aproveitar os dias de descanso no Litoral Norte. É o ambiente perfeito para passar um fim de semana ou feriado!

Aproveite os preços em conta

A vantagem de viajar para uma localidade como a Ilha do Montão do Trigo é que você consegue fazer um passeio bacana sem gastar muito. Como é próxima de São Paulo, você economiza em passagens ao viajar de carro.

Hospedando-se em uma praia próxima, pode fazer diversas trilhas e visitas à ilha, entre outras atividades, como o mergulho. Isso sem gastar em excesso com estadia. Viajando na baixa temporada, então, quando os preços ficam ainda mais em conta, é possível curtir o feriado ou fim de semana sem pesar no orçamento.

Com paisagens naturais belíssimas e uma infraestrutura completa para atender às demandas dos visitantes, a Ilha Montão do Trigo é a opção de viagem ideal para quem busca um destino de fácil acesso e preços acessíveis. Você terá um fim de semana de muito descanso, lazer e boas lembranças em família!

Curta nossa página no Facebook para saber mais sobre a Ilha Montão do Trigo!

< Voltar